14/12/2021 às 19h01min - Atualizada em 16/12/2021 às 00h00min

Covid-19: Rio antecipa dose de reforço para quem vai viajar

Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que “antecipações do prazo para a dose de reforço serão permitidas em caso de viagem, problemas de saúde e outras questões pessoais\".

SALA DA NOTÍCIA Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2021-12/covid-19-rio-antecipa-dose-de-reforco-para-quem-vai-viajar

O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, disse hoje (14), por meio de uma rede social que quem está perto de completar os cinco meses desde que tomou a segunda dose da vacina contra a covid-19 e quiser antecipar a dose de reforço “pode ir a uma unidade de saúde e solicitar a vacinação, pois temos vacinas disponíveis”. 



O secretário respondeu pelo twitter a uma pergunta sobre a proximidade das festas de final de ano, como Natal e o réveillon, quando muita gente vai viajar e passar as férias fora do Rio. Soranz afirmou “que não há problema. É só chegar num posto de saúde e solicitar a dose de reforço ou terceira dose”.



Agora à tarde, por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que “antecipações do prazo para a dose de reforço serão permitidas em caso de viagem, problemas de saúde e outras questões pessoais. No momento, o município tem doses suficientes para realização de antecipações e a regra é não burocratizar a vacinação e contemplar o maior número de usuários possível”.



A nota diz que a recomendação da Secretaria Municipal de Saúde é que as pessoas realizem a dose de reforço (DR) ao completar cinco meses. Imunossuprimidos e pessoas com doenças crônicas graves podem tomar a dose de reforço com 28 dias. Idosos e maiores de 55 anos devem, preferencialmente, seguir o calendário de vacinação publicado.



A secretaria informou que “também está permitida, conforme disponibilidade do ponto de vacinação, a escolha pelo usuário da vacina para dose de reforço, assim como para a primeira dose (D1) daqueles que ainda não tenham se vacinado”.




Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/feed/
Notícias Relacionadas »